xhamster xvideos pornhub redtube xxx thumbzilla

A República no cinema de animação da Monstra

Data de publicação: 
24.02.2011

O cinema de animação também passa pelo Centenário da República. Este ano, a Monstra – Festival de Animação de Lisboa, que decorrerá de 21 a 27 de Março na capital, vai estrear no cinema S. Jorge uma produção colectiva: o “10 por cem”, uma curta-metragem de animação que homenageia o centenário, a partir dos artistas que marcaram a I República.

“Na criação desta curta (10 minutos) participaram mais de 70 pessoas, entre realizadores, animadores e músicos convidados”, afirmou Fernando Galrito, director artístico da Monstra, durante a apresentação do programa da 10ª edição do Festival de Animação de Lisboa, em que foi possível ver um excerto de “10 por Cem”.

Mas o envolvimento da Monstra com o Centenário da República não termina aqui e abrange uma série de outras produções, o Mix República, um projecto de oficinas de animação que, desde 2010 está a ser desenvolvido em 36 municípios do país. As realizações resultantes destas oficinas, realizadas em parceria entre a Monstra e a CNCCR, poderão ser vistas não só no Festival, como ainda em http://oficinas-mix.centenariorepublica.pt.

Vasto é o programa desta 10 edição da Monstra, que é dedicado à Holanda e incluirá a apresentação 120 filmes e 12 programas, a desenvolver não só no cinema S. Jorge como em diversos outros espaços de Lisboa, entre os quais a Fundação Calouste Gulbenkian e o Museu da Marioneta.

Relativamente à Holanda, país que este ano é convidado de honra, haverá seis áreas a acompanhar: retrospectivas, as mulheres, os produtores, os jovens, a animação experimental e os grandes realizadores.

Entre os grandes realizadores que vão ser apresentados na Monstra 2011 contam-se Michael Dudok de Wit, Gerrit van Dijk e Paul Driessen, que, tal como outros convidados da Monstra irão desenvolver workshops e  master classes, na área da formação. As inscrições podem ser feitas em http://www.monstrafestival.com/2011/.

Em competição no Festival estarão oito longas-metragens (da China, Estónia, Rússia, França, Sérvia, Japão, Espanha e Suécia), bem como 85 curtas de estudantes e 60 curtíssimas de 20 países.

As Transversalidades são outra aposta da Monstra, com um programa em que se vão cruzar diversas áreas artísticas: A Fábrica – com Dança e Animação, ou ainda Pika Pika, produção de jovens autores que fazem desenho e animação com luz, além de uma outra sessão, com os JBJazz, que cruza a animação com o Jazz.

Duas exposições a realizar no Museu da Marioneta e outras cinco a apresentar no cinema S. Jorge fazem também parte desta Monstra, em que se irão ver Quadros Animados e se falará dos 20 anos da Animanostra, a primeira produtora de cinema de animação em Portugal.

As crianças serão também contempladas pela Monstra, com o lançamento do Kit Monstrinha, com 2 livros e dois dvds de cinema de animação que, no princípio do novo ano lectivo, será apresentado às escolas.

A partir de dia 21 de Março, “a Monstra anda à solta na cidade”.