xhamster xvideos pornhub redtube xxx thumbzilla

Mix República e “ArteRepública – 10 para Cem” estreiam na Monstra

Data de publicação: 
28.03.2011

A próxima edição da Monstra vai ter uma área de competição destinada exclusivamente à produção nacional de cinema de animação, anunciou Fernando Galrito, director artístico do Festival de Animação de Lisboa no mesmo dia em que, no S. Jorge, foram exibidos alguns episódios do Mix República – os filmes resultantes das oficinas de animação que estão a ser realizadas pelo país, para celebrar o centenário da República.

Fernando Galrito falava na sessão de encerramento da Monstra, a 26 de Março, no cinema S. Jorge, onde foram apresentados os filmes vencedores desta 10ª edição da Monstra (ver em http://www.monstrafestival.com/2011/) - festival que, segundo o director artístico, conseguiu em 2011 ultrapassar as audiências do ano anterior.

Em palco estiveram os responsáveis pelo projecto Mix República, Ícaro, Tânia Duarte e Vitor Hugo, que se mostraram muito empenhados e entusiasmados com este projecto, que deu já origem a 15 filmes, alguns dos quais podem ser vistos online em http://oficinas-mix.centenariorepublica.pt/.

Mas em palco, no sábado, além do humor do comediante Luis Franco Bastos, houve uma outra presença ainda mais “animada” - a da Mimi, uma personagem fictícia, mas muito assídua nos flimes Mix República, pois é ela que vai explicando aos mais novos cenas de episódios que se viveram há 100 anos.

Nesta sessão foi também mostrada a versão “quase final” da “ArteRepública – 10 para Cem”, uma produção com 10 minutos que envolveu várias dezenas de pessoas, entre produtores, realizadores, músicos e sonorizadores deste filme de animação tocado a várias mãos e que se desenvolve em torno de uma ideia inicial – a arte em Portugal no período da I República.

Almada, Amadeo de Souza-Cardoso, Cristiano Cruz, Fernando Pessoa são apenas alguns dos artistas evocados, numa animação que parte de imagens e de figuras que a eles associamos para construir uma história da arte na República no ecrã.