xhamster xvideos pornhub redtube xxx thumbzilla

Exposições do Centenário visitadas por mais de 180 mil pessoas

Data de publicação: 
21.01.2011

Mais de 180 mil pessoas visitaram em 2010 as quatro exposições do Centenário promovidas por iniciativa da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

O número total foi de 182.175 visitantes, que se distribuíram pelas exposições “Resistência. Da Alternativa Republicana à Luta Contra a Ditadura (1891-1974)”, “Viva a República! 1910-2010“, “CORPO – Estado, Medicina e Sociedade no tempo da I República” e “VIAJAR – Viajantes e turistas à descoberta de Portugal no tempo da I República”.

A exposição “Resistência. Da alternativa Republicana à Luta Contra a Ditadura (1891-1974)”, que esteve patente quase um ano na antiga Cadeia da Relação/Centro Português de Fotografia, no Porto - abriu dia 31 de Janeiro de 2010, no arranque oficial das Comemorações e fechou as portas dia 31 de Dezembro - foi a que recebeu mais visitantes: 53.364. Este número ultrapassou largamente e quase duplicou o público anual do Centro Português de Fotografia no ano anterior.

Os meses de Agosto e Setembro foram aqueles em que se verificou maior afluência de público a esta exposição realizada no Porto que ao longo do ano foi visitada por centenas de alunos de 143 estabelecimentos de ensino. O record de visitas de estudo feitas a esta exposição foi batido pela Escola Secundária Alcaides de Faria, em Barcelos, que efectuou 45 visitas.

Em Lisboa, as exposições abriram mais tarde mas, proporcionalmente ao tempo de exibição, o número de visitantes foi maior.
A exposição “CORPO – Estado, Sociedade e Medicina no tempo da I República”, que esteve cerca de seis meses aberta ao público, no torreão poente do Terreiro do Paço, foi visitada por 50.830 pessoas.

Entre os visitantes contaram-se não só portugueses, que representaram 66,71 por cento do total de visitas, como também estrangeiros em número assinalável: 13.373.

Agosto, Setembro e Outubro foram os meses de maior afluência de público a esta exposição. Visitaram-na, a partir de Outubro, 3.823 estudantes, integrados em visitas de estudo. 

No período compreendido de 23 de Julho a 31 de Dezembro, a exposição Corpo deu origem a 531 visitas guiadas.

Também no Terreiro do Paço, mas no torreão nascente esteve patente durante perto de seis meses a exposição “Viajar – Viajantes e Turistas à descoberta de Portugal no tempo da I República”, que acolheu 40.013 visitantes, entre os quais 4.895 estudantes integrados em visitas de estudo.

Tendo em conta o tema e a localização, o Terreiro do Paço - um sítio de passagem de muito turismo - a Viajar recebeu também muitos estrangeiros: 13.653 pessoas, entre elas ingleses, espanhóis, franceses, alemães e italianos - enquanto o número de visitantes nacionais atingiu os 21.465.

Na Cordoaria Nacional, a exposição “Viva a República! 1910-2010” acolheu 38.418 visitantes, no período compreendido entre dia 12 de Junho e dia 1 de Dezembro. A partir de Setembro, os estudantes começaram a visitá-la, representando as escolas a maior fatia das 735 visitas guiadas realizadas à Viva a República.

PORTAL DO CENTENÁRIO REGISTOU MAIS DE DOIS MILHÕES DE VISITAS

Todas as exposições receberam também visitas virtuais, nos sites integrados no Portal do Centenário – acessível em
www.centenariorepublica.pt -  que em 2010 registou mais de dois milhões de visitas, feitas por um universo de visitantes que se cifrou em 426.984.

O site mais visitado foi o do 5 de Outubro, em http://5outubro.centenariorepublica.pt , que registou 253.820 consultas, feitas por 46.951 visitantes, seguido pelo site História e Memória, em http://hm.centenariorepublica.pt , que com mais de 129 mil consultas feitas por um universo de 24.226 visitantes.

Quem não tenha tido oportunidade de visitar as exposições do Centenário poderá ainda fazê-lo visitando o site de cada uma delas.
A exposição “Viva a República! 1910-2010” está acessível em
http://vivarepublica.centenariorepublica.pt.

“Viajar – Viajantes e Turistas à Descoberta de Portugal no tempo da I República” está acessível em http://viajar.centenariorepublica.pt.

“Corpo – Estado, Medicina e Sociedade no tempo da I República” está em
http://corpo.centenariorepublica.pt.

“Resistência – Da alternativa republicana à resistência à ditadura (1891-1974)” está acessível em http://resistencia.centenariorepublica.pt.

A exposição itinerante “Viva a República!..,.em digressão”, que continua a percorrer o país, tem igualmente um site http://digressao.centenariorepublica.pt, onde é possível conhecer o percurso que está a fazer em Portugal.
Diversas outras iniciativas promovidos pela CNCCR têm igualmente sites próprios, que podem ser visitados e nos quais se encontram já resultados do desenvolvimento de projectos, como é o caso da Árvore do Centenário, onde se podem ver filmes e fotografias das plantações já feitas, em
http://arvore.centenariorepublica.pt.

Em http://www.centenariorepublica.pt/lista-area/sites-do-centenario podem conhecer-se todos os sites que foram produzidos e nos quais se registou toda a informação sobre cada uma das iniciativas.