xhamster xvideos pornhub redtube xxx thumbzilla

Bosques do Centenário já contam com 10280 árvores em 68 municípios

Data de publicação: 
01.03.2011

As inscrições para o projecto Bosques do Centenário, iniciado em 2010, mantêm-se abertas até dia ao próximo dia 21 de Março.

O projecto dos Bosques do Centenário conta já com 68 municípios inscritos e três participações da sociedade civil, o que se traduz em 10280 novas árvores no território nacional.

Entre as espécies plantadas contam-se a alfarrobeira (130); amieiro (115); azevinho (655); azinheira (570); carvalho-alvarinho (24286); carvalho-cerquinho (115); carvalho-negral (890); cerejeira (165); folhado (20); freixo (390); loureiro (10); medronheiro (1400); pedamarro (100); pilriteiro (20); pinheiro-manso (859); sobreiro (445) e ulmeiro (110).

A evolução do projecto pode ser apreciada no site da Árvore do Centenário onde os Bosques têm uma rubrica própria, acessível em http://arvore.centenariorepublica.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=39&Itemid=45.

O projecto Bosques do Centenário insere-se nas Comemorações do Centenário da República e tem como objectivo plantar pequenos bosques de 100 árvores de espécies autóctones em cada um dos municípios de Portugal como forma de assinalar os 100 anos de instauração da República Portuguesa, assinalando esta efeméride com a plantação de “monumentos vivos” em cada um dos 308 municípios portugueses.

A iniciativa de plantar Bosques poderá prosseguir no futuro como um movimento voluntário de cidadania para a criação e manutenção de bosques de floresta autóctone, através de vários tipos de acções, tais como a recolha de sementes, sementeiras e plantações ou a limpeza e manutenção da floresta autóctone.

A plantação dos “Bosques do Centenário” iniciou-se em 2010 na semana em que se celebrou o Dia Mundial da Floresta Autóctone, 23 de Novembro.

A Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, a Autoridade Florestal Nacional, a Associação Nacional de Municípios Portugueses a Quercus e o Movimento Cívico Limpar Portugal, juntaram-se para fazer da Floresta Autóctone Portuguesa uma grande causa para os próximos 100 anos.