Recortes de Imprensa

  • 31.03.2011
    Jornal de Notícias
    Humor da I República em Vila Nova de Famalicão

    expojogopolitica_180x146
    "O Jogo da Política Moderna! Desenho Humorístico e Caricatura na I República" foi o nome escolhido para a exposição que é amanhã inaugurada no Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão. A mostra, patente até dia 30 de Abril, é organizada pelo Museu Bordalo Pinheiro e está dividida em três núcleos: os períodos da República Velha (1910-1917), República Nova (1917-1918) e Nova República Velha (1918-1926).

    De acordo com informação enviada às redacções, no texto introdutório do catálogo, lê-se o seguinte: "A I República Portuguesa trouxe consigo a explosão das práticas do humor social e político. O fenómeno foi alimentado pelo teatro de revista, pela comédia de costumes, mas sobretudo pela imprensa humorística e pela caricatura, que conheceram então um novo fôlego".

    Afonso Costa, Brito Camacho, António José de Almeida, Bernardino Machado e, nos anos 20, António Maria da Silva foram os mais visados pelos autores agora expostos, dado o seu protagonismo no "jogo da política moderna".

    MAIS INFORMAÇÃO:

    Museu Bernardino Machado
    Rua Adriano Pinto Basto, n.° 79
    Vila Nova de Famalicão

    A exposição pode ser vista de terça a sexta-feira, das 10 às 1730 horas e ao fim-de-semana, entre as 14h e as 17h30 horas.
    A entrada é livre.

  • 31.03.2011
    Canal de Notícias Açores
    Livro "Teófilo Braga - para além do horizonte azul" apresentado a 2 de Abril na BPARPD

    O livro Teófilo Braga – para além do horizonte azul, com texto de Rita Taborda Duarte e ilustração de Luís Henriques, será apresentado no próximo dia 2 de Abril, pelas 16:00 horas, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

    Trata-se do décimo primeiro volume da colecção “Retratos”, editada pela Presidência do Governo Regional dos Açores, através da Direcção Regional da Cultura, com o objectivo de dar a conhecer ao público infanto-juvenil algumas das mais marcantes personalidades açorianas, que se destacaram em termos históricos, políticos, científicos, culturais e artísticos.

    De entre os diversos títulos já publicados contam-se, por exemplo, Violante do Canto, Rainha de Angra, Vitorino Nemésio – Grande Homem das Letras ou Emigrante do Paraíso – As Quatro Estações de António Dacosta.

    Por sua vez, o volume dedicado a Teófilo Braga, que agora se edita, integra-se nas Comemorações do Centenário da República, decorrendo a sua apresentação na data em que também se assinala o Dia Internacional do Livro Infantil. Neste evento participarão os dois autores, estando ainda Rita Taborda Duarte presente na “Hora do Conto”, iniciativa dedicada aos leitores mais novos e promovida pelo Serviço Sócio-Educativo da Biblioteca.

  • 30.03.2011
    Jornal Nova Guarda
    Plantação do “Bosque do Centenário”. Secretário de Estado das Florestas amanhã em Gouveia

    O secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Rui Pedro Barreiro, desloca-se amanhã, dia 31, a Gouveia para participar no fim da plantação do “Bosque do Centenário”. A actividade, a realizar pelas 15 horas, é organizada pela URZE - Associação Florestal da Encosta da Serra da Estrela no âmbito das comemorações do Centenário da República e do Ano Internacional das Florestas.
    A plantação tem lugar num terreno situado na freguesia de Aldeias (Estrada Nacional 232, sentido Gouveia-Manteigas).

  • 30.03.2011
    Jornal Diário
    Livro de Teófilo Braga a dois de Abril

    livroteofilobraga
    Foto: arepublicano.pt

    Teófilo Braga – para além do horizonte azul será apresentado no próximo dia dois, pelas 16h00, na Biblioteca Pública de Ponta Delgada.

    O livro Teófilo Braga – para além do horizonte azul, com texto de Rita Taborda Duarte e ilustração de Luís Henriques, será apresentado no próximo dia 2 de Abril, pelas 16:00 horas, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

    Trata-se do décimo primeiro volume da colecção “Retratos”, editada pela Presidência do Governo Regional dos Açores, através da Direcção Regional da Cultura, com o objectivo de dar a conhecer ao público infanto-juvenil algumas das mais marcantes personalidades açorianas, que se destacaram em termos históricos, políticos, científicos, culturais e artísticos.

    De entre os diversos títulos já publicados contam-se, por exemplo, Violante do Canto, Rainha de Angra, Vitorino Nemésio – Grande Homem das Letras ou Emigrante do Paraíso – As Quatro Estações de António Dacosta.

    Por sua vez, o volume dedicado a Teófilo Braga, que agora se edita, integra-se nas Comemorações do Centenário da República, decorrendo a sua apresentação na data em que também se assinala o Dia Internacional do Livro Infantil. Neste evento participarão os dois autores, estando ainda Rita Taborda Duarte presente na “Hora do Conto”, iniciativa dedicada aos leitores mais novos e promovida pelo Serviço Sócio-Educativo da Biblioteca.

  • 30.03.2011
    http://www.cm-sernancelhe.pt/
    Mais de 500 pessoas viram a exposição "Viva a República! ...em digressão" em Sernancelhe

    sernancelhe_vivaarepublica

    A Exposição "Viva a República!... em digressão, dedicada à I República, um dos períodos mais marcantes da história recente de Portugal, organizada pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, esteve em Sernancelhe, nos dias 22, 23 e 24 de Março, junto à Biblioteca Municipal Abade Vasco Moreira, no Centro Histórico.

    Aquilino Ribeiro e Adão Moreira Dias, duas figuras do nosso Concelho que desempenharam um papel activo na República, também foram homenageados pela Biblioteca, que reuniu informação sobre a vida e obra destes ilustres sernancelhenses e disponibilizou-a a cerca 500 pessoas que passaram pela Exposição "Viva a República".

    Os visitantes foram essencialmente alunos das escolas do Concelho, começando pelo 1º ciclo do ensino básico, passando por todas as turmas de todos os anos lectivos do Agrupamento de Escolas e culminando com os alunos do 10º e 11º anos da ESPROSER – Escola Profissional de Sernancelhe. Do Lar de Lamosa vieram ainda os seniores que, a propósito de uma visita às instalações da Biblioteca, puderam desfrutar da exposição sobre a República – um período que alguns conheceram na realidade.

    A Exposição "Viva a República! ...em digressão" começou o périplo pelo país em Setembro de 2010 e terminará em Junho de 2011. A chegada a Sernancelhe foi, segundo os técnicos responsáveis pela exposição, recebida com enorme entusiasmo e grande empenho da Autarquia, da Biblioteca Municipal Abade Vasco Moreira, escolas e demais instituições que aderiram ao projecto. Segundo as suas estatísticas, Sernancelhe foi até ao momento o segundo local com o maior número de visitas. Da parte da Biblioteca Municipal, para além da importância cultural e educativa da iniciativa, foi uma excelente oportunidade para mostrarem as instalações, as valências do edifício e a actividade desenvolvida diariamente.

    Com efeito, também o Centro Histórico da Vila de Sernancelhe ganhou uma animação diferente, já que a viatura adaptada complementada com duas tendas de apoio ficou instalada mesmo à entrada da Biblioteca Municipal. A entrada na carrinha era o primeiro momento da exposição. Aí podiam acompanhar o percurso da evolução do ideário republicano, o processo de implantação da República e os principais contextos e transformações a que esteve associada. Ouvidas as explicações da equipa, todos os visitantes recebiam materiais e suportes pedagógicos e de divulgação. De seguida eram encaminhados para as instalações da Biblioteca onde se encontrava uma pequena exposição sobre os ilustres sernancelhenses Aquilino Ribeiro e Adão Moreira Dias e ouviam uma breve explicação da intervenção dos mesmos na República. Por fim, e quando ainda havia alguma disponibilidade de tempo, os visitantes passavam para a Sala Infanto-Juvenil para visualizarem vários filmes alusivos à República.

  • 30.03.2011
    Correio da Beira Serra
    Aluna da Secundária recebeu menção honrosa das mãos da ministra da Educação

    premiosconcursos_beiraserra

    Beatriz Brito recebeu, dia 26 de março, a menção honrosa que ganhou em Outubro, pela participação no concurso nacional sobre o Centenário da República.
     
    A aluna do 12º ano do curso de Línguas e Humanidades da Escola Secundária de Oliveira do Hospital, Maria Beatriz Brito, já tem na sua posse o galardão que marca a sua boa prestação no concurso promovido pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

    A entrega da menção honrosa decorreu no último sábado, 26 de março, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, numa cerimónia presidida pela ministra da Educação, Isabel Alçada e participada por mais de 350 pessoas, de 38 estabelecimentos de ensino do país.

    Única premiada no distrito de Coimbra, a aluna viu reconhecida a qualidade do discurso que apresentou ao concurso “A República: o meu discurso em 2010”, sob a coordenação da professora de História, Célia Lourenço.

    Dirigido ao Ensino secundário, o concurso tinha como objetivo a elaboração de um texto escrito, sob a forma de discurso, que resultasse da reflexão dos jovens sobre o modo como olham, sentem e vivem os ideais e os valores republicanos na atualidade e, como gostariam que os mesmos se projetassem e renovassem na sociedade portuguesa do futuro.

    A boa prestação da aluna é reconhecida pela direção da Secundária e professora coordenadora que, em nota enviada ao correiodabeiraserra.com, se congratulam com “o excelente desempenho que a aluna tem evidenciado em vários domínios e atividades, que têm levado longe o nome da Escola enchendo assim de orgulho a comunidade educativa”.

    Liliana Lopes

  • 30.03.2011
    A Verdade
    Mesão Frio: Crianças do Jardim de Infância de Mesão Frio conquistam prémio a nível nacional

    concursotshirt_JIsaonicolau01
    O Jardim de Infância de São Nicolau, em Mesão Frio, conquistou um prémio a nível nacional, no âmbito do concurso “A minha T-Shirt da República”, promovido pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República (CNCCR), em parceria com a Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular e o Plano Nacional de Leitura.
     
    As alunas Carolina Moreira e Maria de Lurdes Pereira Barreto do Jardim de Infância de S. Nicolau, do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio foram premiadas com o 1º Prémio, na Categoria 1 – Educação Pré-Escola, do concurso “A minha T-Shirt da República”, promovido pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, em parceria com a Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular e o Plano Nacional de Leitura.
     
    Este concurso tinha por objectivo a criação de uma t-shirt original que celebre o Centenário da República. As t-shirts vencedoras farão parte dos produtos de merchandising do Centenário da República, da responsabilidade da CNCCR, podendo vir a ser adquiridas directamente por qualquer pessoa interessada.
     
    A entrega dos prémios decorreu no passado sábado, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, e contou com a presença da Ministra da Educação, Isabel Alçada, que assim entregou o 1º Prémio às alunas Carolina Moreira e Maria de Lurdes Pereira, do Jardim de Infância de São Nicolau, do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio.

     

  • 23.03.2011
    Nova Guarda
    Bosque da República

    Iniciativa na freguesia de Aldeias (Gouveia) no dia 31 URZE planta "Bosque da República"

    Quando o Pais ainda se encontra a comemorar o Centenário da República e a ONU (Organização das Nações Unidas) proclamou 2011 como Ano Internacional das Florestas, a URZE - Associação Florestal da Encosta da Serra da Estrela, sedeada em Gouveia, leva a efeito a plantação do "Bosque do Centenário da República". A ação decorrerá no dia 31 deste mes. pelas 15 horas, num terreno doado à URZE, com cerca de quatro hectares, localizado na freguesia de Aldeias, concelho de Gouveia, e integrado no Parque Natural da Serra da Estrela. A Associação, presidida por José Manuel Mota, refere que a Serra da Estrela "tem sido fustigada por sucessivos incêndios, responsáveis, em grande parte, pela desflorestação e consequente alteração da paisagem serrana". A URZE recorda que, com a implantação da República em 1910, o gouveense Pedro Botto Machado mandou criar o Bosque do Farvão em Gouveia, espaço de grande valor ambiental e paisagístico. Um espaço onde podem ser contempladas árvores centenárias, como Sequoias, Cedro do Atlas, Abeto da Grécia, Cipreste da Califórnia, Loureiro Cerejo, Pinheiro Chorão do Himalaia, entre muitas outras.

  • 23.03.2011
    Nova Guarda
    800 árvores plantadas em Gouveia Encosta do Parque Ecológico reflorestada com ajuda de 700 crianças

    O Município de Gouveia assinalou o Dia Internacional da Floresta (21 de março) com a plantação de 800 árvores na encosta do Parque Ecológico. A ação de reflorestação decorreu numa área fustigada pelos incêndios do último verão. A reflorestação contou com a participação de 700 crianças do Agrupamento de Escolas de Gou- veia e do ensino pre-eseolar do Concelho, num programa que incluiu ainda um conjunto de ateliers temáticos. O evento leve a colaboração do CERVAS - Centro de Ecologia Recuperação c Vigilância de Animais Selvagens. Cem das 800 árvores plantadas na encosta do Parque Ecológico de Gouveia foram fornecidas ao abrigo do projelo "Bosques Centenários", promovido pela Associação Nacional de Municípios Portugueses. Autoridade Florestal Nacional. Qucrcus. Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República c movimento cívico "Limpar Portugal". As restantes foram fornecidas pela Autoridade Florestal Nacional - Unidade de Gestão Florestal da Beira Interior Norte.

  • 21.03.2011
    Destak
    Semana de comemorações arranca com Honoris Causa a Lobo Antunes

    A semana de comemorações dos 100 anos da refundação da Universidade de Lisboa começa hoje com a atribuição do doutoramento Honoris Causa ao escritor António Lobo Antunes e de um prémio ao constitucionalista Jorge Miranda.

    A Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa vai receber a cerimónia oficial de doutoramento Honoris Causa a Lobo Antunes, cujo elogio será feito por José Barata-Moura, ex-reitor da instituição.

    A universidade homenageia ainda Jorge Miranda com a atribuição do prémio Universidade de Lisboa 2011, numa cerimónia que será encerrada pelo presidente da Assembleia da República, Jaime Gama.

    O reitor António Nóvoa e o presidente da Associação Académica da Universidade de Lisboa, Tiago Gonçalves, vão também assinalar os cem anos da refundação da instituição, que se assinala no dia 22, terça-feira.

    Nesse dia, será inaugurada na Reitoria a exposição “100 Imagens da Univer©idade”, com fotografias dos sítios por onde passou a instituição no último século e será também apresentado um livro sobre o património da universidade.

    Na quinta-feira, a Universidade de Lisboa apresenta o projeto do Centro Académico a instalar no antigo centro comercial Caleidoscópio, no Campo Grande, que o reitor António Nóvoa disse ser "aberto a todos os estudantes de Lisboa".

    Criada em Lisboa no século XIII, a universidade portuguesa instalou-se em Coimbra no século XVII.

    Só no século XIX o ensino superior voltou a Lisboa com a criação das escolas Politécnica, Médico-Cirúrgica e Curso Superior de Letras.
    Depois da República, o regime criou novamente universidade em Lisboa e no Porto. As escolas superiores transformaram-se nas faculdades de Ciências, Letras e Medicina, criando-se mais tarde Direito e Farmácia.

    A partir desta semana, as comemorações do centenário – já a decorrer em iniciativas como as “100 lições” que decorrem diariamente na Reitoria, com antigos alunos – começam a ser descentralizadas para cada uma das faculdades, à medida que se assinalam os dias das suas fundações.