República e Ciência - Descrição, objectivos e programa

Data de publicação: 
15.09.2009

O eixo programático República e Ciência, desenvolvido em articulação com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em particular da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, e com a participação de várias instituições, visa promover a compreensão histórica da herança republicana, que colocava no seu cerne o fomento de uma cultura científica.

Pretende, também, dar a conhecer a história da ciência durante a I República, observada nas suas múltiplas dimensões numa perspectiva metodológica de abordagem integrada, e proporcionar uma percepção da centralidade da ciência no actual paradigma de desenvolvimento das sociedades contemporâneas e dos desafios e das implicações crescentes que suscita nos planos político, ético e socioeconómico.

A sua concretização, que se prolonga muito para além do calendário estrito das comemorações do Centenário da República, contempla várias linhas de acção dedicadas a:

- Preservação e organização do património documental relativo à ciência e à tecnologia, identificando fundos documentais, apoiando o seu tratamento arquivístico e proporcionando condições de salvaguarda e disponibilização dessa documentação;

- Elaboração e divulgação de instrumentos de identificação e classificação do património científico e tecnológico português efectivo e memorável, compreendendo as suas diversas manifestações materiais e imateriais, através de guias, roteiros e inventários disponibilizáveis em papel ou em formato digital;

- Criação e desenvolvimento de meios de articulação e divulgação do património português de ciência e tecnologia, visando promover o seu conhecimento, estudo e valorização;

- Promoção da investigação e elaboração de estudos científicos no domínio da história da ciência e da tecnologia em Portugal, contemplando, entre outros aspectos, a sua contextualização política, económico-social, cultural, científica, no quadro nacional e internacional, a análise das políticas públicas e das iniciativas privadas, a organização da actividade científica, o estudo de instituições e a acção de indivíduos, a percepção do percurso e o conhecimento e a compreensão da evolução da ciência;

- Divulgação da história da ciência e da tecnologia em Portugal nos últimos 100 anos, e especificamente no tempo da I República, recordando acontecimentos e realizações alcançadas em diversos campos científicos, evocando os seus principais protagonistas/cientistas, através de iniciativas e de plataformas muito diversificadas, como a reedição de textos fundamentais ou de acções desenvolvidas pelo Centro Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica.