Teatro: O Mistério da Camioneta Fantasma

Data de publicação: 
27.10.2010

Teatro
O Mistério da Camioneta Fantasma

Uma iniciativa do Teatro A Barraca com o a apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

Período de exibição: 23 de Setembro a 14 de Novembro de 2010
Local: Teatro Cinearte, Sala 1
Horários: 5 ª a Sábado às 21h00. Domingo às 16h00
Bilhetes (M/12): 12,5€
10€ - Menores 25, Maiores 65, Profissionais Espectáculo, Estudantes, Reformados e
Grupos (+ 15 pessoas)

A “Noite Sangrenta”, episódio sábia e cobardemente ocultado e até objecto de propaganda eleitoral pelo fascismo português, integra-se perfeitamente nas preocupações do repertório que A Barraca sempre assumiu e defendeu.

Nestes 30 anos de actividade ininterrupta, coerente e pejada de escolhos e dificuldades – mas sem problemas, a vida tinha alguma graça? – o grupo abordou vários temas e figuras da nossa História e Cultura.

Na prática, procurámos descobrir e enriquecer a nossa identidade nacional.

Sabemos que esta acção foi útil para Portugal. E também sabemos, por experiência própria, que constituiu um contributo válido para um diálogo e encontro internacionalista digno, sem complexos nem seguidismos.

A afectividade e consideração com que temos sido recebidos pela Europa, África, Ásia, América do Norte e América Latina, confirmam-nos a justeza do nosso trabalho. E desta vez chega a proposta sobre a nossa História mais recente.

O trabalho dramatúrgico consistiu em desenhar o enquadramento do 19 de Outubro, focando a oposição monárquica, a conspiração dos exilados e o seu apoio por parte do Rei de Espanha, a acção determinante – no terreno e na confissão do Dente de Ouro -, dessa figura sinistra, o empresário teatral Augusto Gomes, e a incapacidade ou total impossibilidade de os Republicanos terem conseguido a total clarificação deste “mistério” perante a opinião publica.

Será talvez essa a razão de se continuar a intitular de “mistério” um golpe reaccionário suficientemente clarificado e confessado na sua planificação, propósitos e objectivos.

E se todos esses dados ainda são considerados insuficientes, pois que se faça luz definitiva sobre um dos mais bárbaros e repugnantes acontecimentos que manchou a vida politica nacional.

A História e o futuro vivem de saber ler o passado.

Não será despiciendo saber toda a verdade sobre os crimes que se abateram sobre os dirigentes do 5 de Outubro, onze anos depois de terem conquistado a liberdade para o povo português.

Helder Costa

Ficha Artística e Técnica:
Texto, encenação, espaço cénico, luz, programa - Helder Costa
Animação Gráfica - Pedro Massano
Figurinos - Maria do Céu Guerra
Coreografia - Bruno Cochat
Selecção musical de Luís Freitas Branco, Frederico de Freitas, Stravinsky - Alexandre Delgado
Adereços e apoio técnico - José Carlos Pontes
Luminotecnia - Fernando Belo
Sonoplastia - Ricardo Santos

Elenco:
Rita Fernandes - Berta Maia
Célia Alturas - Condessa de Ficalho, Millan Astray, corista, marinheiro
Vânia Naia - Condessa de Tarouca, corista, marinheiro, poetisa Fernandinha, jornalista, Sra Maria
Luís Thomar - Abel Olímpio, o Dente de Ouro
Adérito Lopes - Carlos da Maia, marinheiro, D. Fonseca, Almada Negreiros
João d'Ávila - Rudolph, Alfredo da Silva, Barbosa Viana
Pedro Borges - Gastão Melo Matos, marinheiro, Salazar
Ruben Garcia - Raul Proença, Augusto Gomes, Raul Leal , D. Afonso XIII, l
Sérgio Moras - Padre Lima, António Ferro, Virgílio Pinhão
Sérgio Moura Afonso - Jaime Cortesão, Carlos Pereira, corneteiro, Mimoso Ruiz

Relações Públicas e Produção - Elsa Lourenço, Inês Costa
Secretariado - Maria Navarro
Costureira - Inna Siryk
Montagem - Mário Dias

Mais informações em: http://www.abarraca.com/
Mais sobre o espectáculo em: http://misteriocamionetafantasma.blogspot.com/
Informações e Reservas: bilheteira@abarraca.com, 213965360, 213965275

Estrutura subsidiada por: Ministério da Cultura, Direcção Geral das Artes
Apoios: Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República
Câmara Municipal de Lisboa, ISPA, Fundação Calouste Gulbenkian, Biblioteca Museu República e Resistência, Associação 25 de Abril, MEF, Antena2, Novos Parodiantes, Rádio Europa, Cision, Unit