Exposição: Escritas do Português

Data de publicação: 
30.03.2011

Exposição
Escritas do Português. Exposição bibliográfica no centenário da reforma ortográfica de 1911

Local: Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Período de Exibição: 15 de Setembro a 14 de Outubro de 2011

Até ao início do século XX, a língua portuguesa nunca conheceu uma norma da escrita. O ensino, o texto impresso e a escrita privada demonstram a dispersão de usos num sistema de regras pouco definidas e por vezes contraditórias, que souberam conviver no espaço e no tempo.

Com a República, o Estado impõe pela primeira vez aos cidadãos e às instituições uma língua escrita normalizada e simplificada. A reforma ortográfica de 1911 resulta do contributo de um conjunto de filólogos excepcionais, que imprimiram na escrita do português o resultado de longos anos de investigação, conjugando o rigor científico e o sentido prático. É o momento instituidor da escrita do português contemporâneo, bem como das diversas escritas que o português conhece ao longo do século XX, em Portugal e no Brasil.

A exposição atravessa cinco séculos de teorias e práticas ortográficas que ora aproximam a escrita da língua falada, ora a cristalizam no padrão intemporal da etimologia latina. Um percurso de oposições, mas também de reconhecimento da variedade, documentado em gramáticas, ortografias, livros didácticos, ensaios e legislação, pertencentes à Biblioteca da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Organização
Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Biblioteca da Faculdade de Letras
Centro de Linguística
Departamento de Linguística Geral e Românica

Contacto para informações: João Paulo Silvestre – jpsilvestre@fl.ul.pt