Dramaturgia Viva. Leituras encenadas.

Data de publicação: 
28.06.2011

Dramaturgia Viva.
Leituras encenadas

Da República e das Gentes
um texto de Jorge Silva Melo e Manuel Gusmão

 

Data: 28 de Junho de 2011
Hora: 19h00
Duração: 1h30 (aprox.)
Local: Teatro Nacional D. Maria II, Salão Nobre
Entrada livre

Sinopse
Um peça em duas partes: o que foi a República impantada em 1910? O que deixou por fazer? O que foi feito à sua sombra? Como cresceram dentro dela sombras negras? Há tal soturnidade, há tal melancolia, anotava Cesário passeando pelo Chiado, uns anos antes do cinco de Outubro. E agora?

Sei, ou não sei?
Que há um livro; um romance,
Onde há um comboio sem
Maquinista que leva
Soldados bêbedos cantando
E, vertiginosa, entra
pelo rasgão que a na noite
faz, enquanto
alucinado, uiva


Coordenação da leitura: Jorge Silva Melo

Com:
Andreia Bento
Elsa Galvão
Natália Luiza
Sylvie Rocha
Vânia Rodrigues
Afonso Lagarto
Américo Silva
António Simão
Elmano Sancho
Estevão Antunes
João Delgado
João Meireles
Joaquim Pedro
Jorge Silva Melo
Pedro Carraca
Edro Luzindro
Pedro Mendes
Tiago Matias

Participação de:
Graça Lobo

Projecto:
TEIA - Teatro Experimentação Inovação Acção

Parceiros:
Instituto Camões, Ministério da Cultura

Apoio à divulgação:
Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República