Curso em e-learning - I República e Republicanismo

Data de publicação: 
01.03.2009

I República e Republicanismo
Autoria: Maria Cândida Proença e Luís Farinha

A Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República e o Instituto Camões lançam o primeiro curso de formação à distância I República e Republicanismo, com a coordenação científica dos Professores Doutores Maria Cândida Proença e Luís Farinha, investigadores do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

I – Objectivos
Dirigido a um público vasto, o curso ambiciona atingir o equilíbrio desejável entre uma visão geral e ampla sobre a ideia republicana e o regime e a necessidade de a tornar acessível e útil a alunos, professores e estudiosos da República.

Na sua concepção, privilegiou-se uma abordagem simples, cunhada pelos principais marcos temporais e rupturas que desenharam as fases fundamentais do movimento e do regime. Trata-se, portanto, de uma iniciação ao estudo da República e do Republicanismo – a ideia, o movimento, a organização e os símbolos. Tal desígnio não impede, no entanto, que a organização e os conteúdos do curso deixem de ser orientados por preocupações de actualização científica rigorosa – tanto no tratamento da informação como na sua interpretação -, à luz dos estudos recentes e das novas linhas historiográficas sobre a História da República.

II - Conteúdos programáticos
O curso organiza-se em cinco módulos temáticos que cruzam o tempo com as conjunturas e os acontecimentos que lhes dão razão e sentido evolutivo.

1º Módulo
Não ignorando por completo o período longo da propaganda, o curso inicia-se pelo período de ditadura que antecede a implantação revolucionária da República. Durante a “acalmação” que marcou a “monarquia do rei-menino”, os republicanos ajustaram as estratégias: ganharam eleições (parlamentares e municipais), reforçaram o movimento de massas e anunciaram no Congresso de Setúbal a revolução republicana.

2º Módulo
Neste módulo dá-se conta da forma como a ideia republicana se materializou, através da acção revolucionária do Governo Provisório e de como se constitucionalizou o novo regime. Confrontado com o arcaísmo da formação económico-social portuguesa, os republicanos cindiram-se e surgiram as primeiras desilusões: para uns o Partido Republicano contemporizava com a tradição monárquica, para outros fora longe de mais nas mudanças revolucionárias.

3º Módulo
O terceiro módulo temático trata, com mais especificidade, o problema da entrada de Portugal na Guerra, o verdadeiro palco internacional do regime e aquele que lhe marcou o destino trágico. Segue-se o Sidonismo, o regime dos tempos amargos da Guerra das Trincheiras, um ponto de chegada e uma encruzilhada de novos caminhos para a República.

4º Módulo
A “nova República velha”, matéria do penúltimo módulo do curso, constituiu um período de refundação falhada da I República e uma antecâmara da sua queda.

5º Módulo
Por fim, no último módulo trata-se da debilidade institucional da I República, ferida de morte pela economia de guerra e pela incapacidade política dos seus dirigentes em dar-lhe um rumo certo: este era, de facto, o “tempo dos deuses menores”. Salvaram-se os intransigentes, aqueles que resistiram à morte da ideia republicana e que, à custa de uma luta estrénua e duradoira e em revoltas sucessivas, mantiveram acesa, durante décadas, a esperança de retorno à República democrática.

III – Metodologia
O curso disponibiliza os conteúdos temáticos, bem como apoio individual e instrumentos de avaliação na modalidade de E-Learning.
Cada módulo, composto por vários subtemas, apresenta uma síntese de cada um desses tópicos no ecrã principal. Através de palavras-chave, devidamente assinaladas no corpo principal do texto ou imagem, os alunos serão conduzidos para o estudo de um conjunto de matérias correlacionadas e organizadas em função do tema principal. Estas matérias serão apresentadas através de documentos (escritos, iconográficos, mediáticos, etc.), de cronologias, ou de pequenas sínteses.

IV - Público-alvo
O curso destina-se ao público em geral, residente em Portugal ou no estrangeiro, que manifeste interesse em aprofundar conhecimentos no âmbito do estudo da história da I República e do Republicanismo.

V - Duração
O curso terá uma duração de seis semanas, a começar no dia 23 de Março de 2009.

VI - Avaliação
A avaliação do curso processa-se de duas formas:
- Uma é uma modalidade de auto-avaliação, com intuitos formativos: em cada módulo, o aluno terá acesso a cinco questões fechadas (tantas quantas os sub-temas tratados), para as quais encontrará resposta imediata no próprio módulo. Destinam-se a facilitar a leitura e a estimular a atenção do aluno, dirigindo-o para as ideias organizadoras do curso.
- A outra modalidade terá objectivos de avaliação sumativa e realiza-se pela resposta a duas questões abertas, escolhidas de um lote de cinco.

VII - Certificação
Aos formandos que concluam o curso com aproveitamento é atribuído um certificado pelo Instituto Camões e pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

VIII - Preço
A frequência do curso implica o pagamento de 50€ (cinquenta euros). O pagamento será feito através de transferência bancária. O número da conta para depósito será enviado aos candidatos que forem seleccionados. Uma vez efectuado o pagamento, não há lugar a reembolso.

IX - Processo de candidatura
Os candidatos à frequência deste curso de formação à distância deverão preencher o formulário que está disponível na página do Centro Virtual Camões até ao dia 20 de Março de 2009.