Colóquio: NOS CEM ANOS DA REFORMA. O QUOTIDIANO NA ESCOLA REPUBLICANA

Data de publicação: 
12.01.2011

Data: 24 de Março de 2011
Local: Palácio Valadares (Lisboa, Largo do Carmo), onde decorre a exposição EDUCAR. EDUCAÇÃO PARA TODOS. O ENSINO NA I REPÚBLICA
Sítio Web:
http://educar.centenariorepublica.pt
Hora:
das 10H00 às 17h00
Entrada Livre

Organização: Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República
SINOPSE
A grande reforma republicana do ensino primário foi publicada em 29 de Março de 1911. A este importante documento que abrangia os ensinos infantil, primário e normal, outros diplomas se seguiram que incidiram sobre os outros níveis de ensino, modificando a estrutura educativa herdada da Monarquia. Uma nova concepção de escola, novas disciplinas, novos níveis de ensino e novas universidades fizeram parte de algumas das grandes inovações da escola republicana. Nesta semana, em que se celebram os cem anos da Reforma de 1911, propomo-nos com este colóquio dar a conhecer, pela voz dos especialistas, como se vivia e aprendia na nova escola criada pelos republicanos.

 

 

 

PROGRAMA

10H00 | Sessão de abertura

10H30 | O ENSINO PRIMÁRIO
Património e quotidiano escolar, Maria João Mogarro IE/Universidade de Lisboa
Modos de ensinar, Margarida Felgueiras FPCE/Universidade do Porto

12H00 | Debate

12H30 | Intervalo para almoço

14H00 | ENSINO SECUNDÁRIO E SUPERIOR
Ensino técnico e profissional, Luís Marques Alves FL/Universidade do Porto
As Universidades, Luís Reis Torgal FL/Universidade de Coimbra

15H30 | Debate

16H00 | Pausa

16H15 | A MULHER E O ENSINO, Maria Alice Samara ESE Setúbal

17H00 | Debate

PARTICIPANTES

 

Maria João Mogarro
Maria João Mogarro é Doutora em História da Educação pela Universidade de Lisboa (2004) e em Pedagogia pela Universidad de Extremadura (2001). Autora e co-autora de vários livros (como História da escola em Portugal e no Brasil: circulação e apropriação de modelos culturais. Colibri, 2006), e de artigos, conferências e comunicações em áreas como a formação de professores, o património educativo, a cultura escolar e a história das instituições educativas.

Margarida Louro Felgueiras
Doutora em Ciências da Educação. Investigadora do Centro de Investigação e Intervenção Educativas – CIIE da FPCE/UP. Autora, entre outros, de Para uma História Social do Professorado Primário em Portugal no Século XX (Porto, Campo das Letras, 2008).

Luís Marques Alves
Professor Associado com Agregação no Departamento de História – FLUP/UP. Autor de Ensino Técnico (1756-1973) (2009), ISEP – 150 anos: Memória e Identidade (2005) e O Porto no Arranque do Ensino Industrial (1851-1910) (2003).

Luís Reis Torgal
É Professor Catedrático Aposentado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e Coordenador de Investigação do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra (CEIS20). Tem-se dedicado, ultimamente, à investigação sobre a I República e o Estado Novo, sendo também autor de estudos sobre História da Universidade. Últimas obras publicadas: António José de Almeida e a República (Lisboa, Círculo de Leitores/ Temas e Debates, 2004 e 2005, duas edições) e Estados Novos, Estado Novo (2 volumes, Coimbra, Imprensa da Universidade, 2009, duas edições).

Maria Alice Samara
Mestre em história pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e professora da Escola Superior Educação de Setúbal. Autora de Operárias e Burguesas. As Mulheres no Tempo da República. Lisboa: Esfera dos Livros, 2007, entre outras obras.