10 de Janeiro de 1910 - Mão-de-obra em S. Tomé e Príncipe

Data de publicação: 
10.01.2010

Teve eco na imprensa a publicação do novo regulamento para a admissão de serviçais em S. Tomé e Príncipe.

Entre as modificações ao regulamento de 23 de Abril de 1908 destacam-se a criação de uma comissão central de trabalho e emigração em Lisboa, e a constituição de uma junta local em S. Tomé, ambas com o propósito de “garantir ao serviçal o bem-estar, a higiene, a repatriação e renovação dos contratos.”

Previu-se, igualmente, a criação de agências de emigração nos portos de Angola, Cabo Verde, Guiné, Moçambique, Macau e Nova Goa.

Fonte: O Século nº 10 0484, 10 de Janeiro de 1910, p. 2.